sábado, janeiro 22, 2011

Websérie Alma e Sangue


Estreou o primeiro episódio da websérie baseada nos livros da série Alma e sangue. Desde que comecei a escrever, eu praticamente via as cenas que descrevo. Meus sonhos estão sempre cheios da estranha mística dessa noite sem-fim que rodeia meu universo literário. Às vezes me perguntam de onde vêm as ideias. Eu fico sem uma boa resposta para dar porque realmente não sei. Isso nunca me incomodou, acho que a magia não pode ser questionada como uma gota de sangue sob a lente de um microscópio.


As cores, as formas, os movimentos e as expressões, os cheiros e as sensações, muitas vezes, não podem ser explicados fielmente. O que o leitor encontra nos livros é um universo particular e íntimo, traduzido em palavras. Cada leitor o vê de um modo particular, dando a ele o que deseja: a magia da leitura.


Os episódios da websérie foram feitos de acordo com o conteúdo das obras que integram a saga, e vão mostrar 1% do que todos os fãs desejam em termos de aspiração e imaginação. Jan é único para cada fã, que o idealiza sempre maior e melhor. Mas ele será 99% do que desejávamos fazer e conseguimos. Quando vi o trailer pronto, eu olhava as imagens e ia me lembrando das páginas do livro, da minha máquina de escrever, de como lutei para que minhas obras fossem publicadas num país onde se diz não ao nacional e sim ao estrangeiro. Nadei contra a corrente, corri na frente e jamais desisti dos meus desejos por acreditar neles. Amo meus livros como se fossem meus filhos – em cada um, coloquei minha energia, minha alma e meu sangue.


Ainda hoje sou confundida com escritora americana, recebo e-mails de leitores que se surpreenderam com os livros por serem bons. A websérie é, para mim, um passo em direção a um filme. O tempo dirá, as portas devem se abrir.
Agradeço aos atores – eles foram maravilhosos –, a Caio Cobra, diretor dos episódios, à Editora Aleph, ao Adriano, que apostou na série e comigo acreditou ser possível. Meu último agradecimento vai para minha família, que sempre teve confiança em meu trabalho, dando-me força para continuar, e a Eric Novello, que tem acompanhado cada passo meu nesse longo caminho.Sem ele eu não estaria aqui. Um dia, quem sabe ele não lança uma biografia não autorizada sobre minha vida...


Beijos mordidos, e lembrem-se: divirtam-se!

15 comentários:

Simone Santiago ( Luka ) disse...

Nazarethe, vc mora em nossos corações. É MUITO LINDO ver como a emoção transborda em seus livros. Seu universo vampírico é realmente mágico e de uma qualidade que destoa dos demais.
A websérie é mais um passo a caminho do sucesso que você e sua equipe merecem.
Só posso dizer que tenho muito orgulho de dizer que te conheço pessoalmente, conheço um pouco da sua história e amo muito tudo isso. rsrsrs

Sucesso sempre !!!!

Ei, não sou muito fã de biografias mas a sua eu leria com certeza ;-)

Bjs

SolBarreto disse...

Concordo com você os personagens do seus livros são unicos para cada leitor, e isso é o que faz o encantamento da leitura.
Eu ao contrario de alguns que de mandaram emails surpresos por nao ser uma escritora estrangeira, fiquei foi muito feliz de ver o sucesso que você esta fazendo, porque eu sei que existem escritores maravilhosos no Brasil e que so precisam de uma oportunidade
A cada dia eu admiro maisseu esforço, sua garra, sua competencia, seu carinho e dedicaçao aquilo que acredita., AMO seus personagens rsrsrs e se algum dia tiver um biografia sua pode ter certeza que vou ler!

nessa_straioto disse...

Naza,
parabens por esse universo que vc criou..
amo os livros e gostei muito do primeiro episodio da webserie....fiquei com gostinho de quero mais...
ainda bem que existem escritores como vc no Brasil, e ainda mais por conhecer vc pessoalmente..rss
parabens mais uma vez....
bjos mordidos...

Contos Sobrenaturais disse...

Nazarethe, dada a emoção ao ver Kara em carne, osso e dentes afiados (Nem quero imaginar meus estado quando o Jan aparecer!), não falei o quanto você e todos no projeto e na produção estão de parabéns. Seguindo uma linha de qualidade equivalente aos trabalhos feitos por TVs estrangeiras em relação a webséries, não deixando a desejar em nada.

Nós, brasileiros, somos capazes, é só nos darem oportunidade de fazer um bom trabalho e não desculpas. É persistir e nunca desistir.

Você é uma inspiração e um exemplo de perseverança a ser seguido.

Se pode ser sonhado, pode ser realizado.

Anny Lucard

Arione Torres disse...

Oi, sou Arione. Gostei muito do seu blog. Estou seguindo. Segue o meu?
http://arionetorres.blogspot.com/
Um abraço...

Nazarethe Fonseca disse...

Olá Meninas! Vamos que vamos. Estou pegada no Rainha dos vampiros e já de olho em um novo livro, que pode se tornar uma série, eu só vou saber depois que escrever a última linha,mas a sensação que fica é que consegui levar Jan e Kara além. O amor deles e os demais personagens me deram tanto, aprendi muito com eles e seus medos e modos. Só posso agradeçer sempre pelo carinho dos que me escrever, aqui, por e-mail. Acho que Jan e Kara vão longe. Risos. A Webserie é apenas uma amostra, um pilot.Beijos mordidos!

Amanda disse...

Nazarethe, seus livros são maravilhosos e a web série está muito boa :)
Beijo

Anônimo disse...

Naza,o seu comentário que o Jan e Kara vão longe, pode significar uma continuação após Rainha dos Vampiros? bjos

Ellen Cristina disse...

Acho que é desnecessário dizer o quando amo Alma e Sangue, porque todos já sabem *-*
Amo, amo e amo loucamente *-*
A websérie está melhor do que eu imaginei, peninha ter que esperar 15 dias entre um episódio e outro =(
Parabéns Naza pela maravilhosa série \o/
beijos

Geovanna Sena disse...

Oi, eu fiquei muito orgulhosa de um romance sobrenatural brasileiro supere muitos outros internacionais que já li.
Sou uma escritora (pelo menos sonho em ser)e se possível gostaria que você podesse me dar alguma dica de como fazer isso dar certo.
Beijos"mordidos"

Geovanna

Milla disse...

É muito bom ver o sucesso de escritores brasileiros. Autores daqui deveriam ser mais valorizados.
Suas obras me encantam muito. Com certeza, merece esse sucesso e muito mais.
E que a saga vire filme!
=D

Anônimo disse...

NAZA!!! Sacanagem! kkkkkkkk Até nas fotos o Jan tá de costas D: e nós só vamos conseguir ver ele direito dia 5 porque a data para o segundo episódio ir ao ar foi adiada D:
A ansiedade me corrói D: kkkk

Nazarethe Fonseca disse...

Oi Meninas! Calma que dia 5 ele aparece. Foi problemas pequeno,nada sério.Beijos mordidos!

Nazarethe Fonseca disse...

Oi Meninas! Calma que dia 5 ele aparece. Foi problemas pequeno,nada sério.Beijos mordidos!

Dyzinha disse...

o pré-conceito com autores nacionais realmente é grande. Quando recomendo a série, faço sempre questão de falar que a autora é brasileira, "lá de São Luiz". A maioria meio que torçe o nariz e eu já não espero muito. Qual foi a minha felicidade quando uma dessas pessoas voltou pra mim e disse: "Obrigada pela recomendação. Comprei por comprar, não esperava muito, mas adorei os livro, já li os dois, e estou louca pelo terceiro".
Não vou dizer que minha estante seja repleta de obras nacionais - mas é uma questão de oferta dentro do gênero, e não da nacionalidade do autor(a). Até porque, é de uma felicidade ímpar ler um livro e ser capaz de imaginar tudo com perfeição. Seja São Luis, Natal, São Paulo debaixo de neve, heróis em PoA ou anjos no Rio....
Aleluia que você perseverou, Naza. Somos abençoados pela sua conquista e pelo seu sucesso.
Falta agora vc vir no Rio, hein!!! Minha campanha continua!!! Bienal taí pra isso, 01 a 11 de Setembro!!