sábado, julho 17, 2010

Lendo



Estou mais animada com a leitura, após um pequeno probleminha na visão que me obrigou a ficar sem ler durante um tempo. Todas as vezes que tentava, meus olhos doíam, bastavam 5 paginas e começava o incômodo. Felizmente passou, e agora posso voltar a ler, claro, fazendo pausas estratégicas.
Estou terminando de ler “O Perfume: História de um Assassino”, e já adianto algumas das sensações que senti logo nas primeiras páginas. O escritor Patrick Suskind conseguiu de forma simples nos tocar com as descrições de uma criatura fria e sem sentimentos . Jean Baptiste Grenouille deu ao mundo parte do que recebeu: indiferença, crueldade, desamor. O escritor, por vezes, o chama de carrapato, graças a seu senso de resistência e proteção. Ele deixa a todos os que passam por sua vida uma maldição: a morte.
Em certos momentos, a leitura se torna tão próxima que conseguimos sentir os odores que tão singular criatura guardou dentro de si. Sou susceptível a perfumes, e a história me tocou em cheio. Em alguns momentos, senti o cheiro da grama e do jasmim e até mesmo da morte. Um livro muito bom.
Já comecei outro, estou ávida por novas experiências olfativas ou não. Comecei ontem o “No Bunker de Hitler – de Joachim Fest”
Beijos mordidos,

10 comentários:

Estevão Ribeiro disse...

Eu cheguei ao meio de "O Perfume", mas perdi o livro na mudança de Vitória/ES para Niterói/RJ. O livro me fez associar os cheiros de uma forma que jamais esqueci...

Nazarethe disse...

O Estevão que pena,eu gostei muito, houve momentos duros e cruéis, até espantosos, mas que fazem do livro uma experiência quase palpável. beijos mordidos!

Kézia Lôbo disse...

Bah depois que olhei o filme quis muito ler o livro,
e realmente o livro é muito bom...
Boa escolha menina!!!
Blood Kiss
XD

Nazarethe disse...

Eu vi primeiro o filme e depois li o livro ficou muito bem adaptado.Beijos mordidos!

Vinha disse...

Vi o filme, nem sabia que tinha o livro.
Mas achei a história estranha apesar de boa :x

xoxo ;*
vinha.

Mundo Literato disse...

Olá! Gosto muito do seu blog e por isso o indiqueiao "Selo Sunshine" dá uma conferida: http://mundo-literato.blogspot.com/2010/07/selo-sunshine.html

Isabella F. disse...

Este livro parece ser muito bom! Vou colocá-lo na minha lista de presentes de aniversário pois ele está chegando hahahaha

Thaissa disse...

Eu já li esse livro, é magnífico! :D
De fato, o amor CORRE TODINHO POR ELE! ;D

Andrea disse...

Sério eu assisti ao filme e fiquei muito chocada!!!
E como na maioria das vezes os livros são sempre melhores que os filmes...
Quero ler esse também!!

Anônimo disse...

Eu já li esse livro duas vezes e o considero um dos melhores já escritos mundialmente. O filme deixa a desejar em certas partes, cortam as primeiras páginas de quando o Jean foi negado por um padre e depois passa a matar moças virgens para conseguir seu perfume. Quando ele é apresentado em público no livro, numa espécie de auditório não consta no filme, o que me leva a dizer que o livro é infinitamente melhor ao filme. O autor descreve os odores de maneira única e os trechos mais interessantes são relacionados ao Jean, como ''divertia-se mais do que qualquer farrista'' e ''a infelicidade do ser humano provem do fato dele não ficar trancado no seu quarto, onde é seu lugar''. Um ótimo livro!


por P. S. Brunno.